top of page
  • Writer's pictureTG

Deus e o Governo: 1. A Suprema Corte

(Para ver as legendas do vídeo no seu idioma, clique no ícone Definições no canto inferior direito do vídeo. Clique em Legendas/CC, Tradução automática e escolha o seu idioma. Poderá ter de clicar em "Inglês (gerado automaticamente)" para visualizar a Tradução automática.)


Em frente à Suprema Corte em Washington, DC, Asher compartilha um ensinamento sobre Justiça e Retidão, um dos temas mais importantes da Bíblia.


  • Justiça – Deuteronômio 16.18-20 pede que sejam estabelecidos juízes que julguem em JUSTIÇA. Os juízes têm que ser treinados em retidão para julgar efetivamente sem motivações políticas ou egoístas. Deve-se buscar a justiça e ela é o oposto do pecado e da corrupção. A retidão é a chave para a motivação e a qualidade moral de como as pessoas estão sendo julgadas.

  • Justiça - Ao julgar, Deuteronômio 25.1 explica a justiça nos termos mais simples: perdoar os inocentes e punir os ímpios. Erros podem ser cometidos punindo-se aqueles que são inocentes ou não responsabilizando aqueles que estão fazendo o mal. A justiça também exige igualdade perante a lei. Nenhum favoritismo deve ser mostrado em relação aos ricos ou pobres. A verdadeira justiça proíbe qualquer preconceito baseado em filiações políticas, raciais, religiosas ou socio econômicas.


VEJA como Asher nos lembra que, embora haja injustiças ocorrendo ao nosso redor, há um JUIZ sobre a Suprema Corte de qualquer nação que sonda os corações de toda a humanidade. Ele é o Juiz Supremo. Seus julgamentos são puros. Sua justiça e retidão são perfeitas. Uma vez que todos estaremos diante DELE, precisamos nos arrepender — pedir Seu perdão, Sua absolvição — mesmo quando desejamos que a justiça e a retidão sejam feitas na Terra. Seus Julgamentos PREVALECERÃO.



Comments


bottom of page